Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 20 de septembro de 2019

Câmara Municipal e Delegação do Governo abordarão as queixas por insegurança

O presidente da Câmara Municipal acredita necessária uma reunião entre corpos policiais

EFE. BADAJOZ
11/09/2019

 

A Delegação do Governo na Extremadura e a Câmara Municipal De Badajoz mostraram sua disposição a abordar os problemas de insegurança que denunciam os vizinhos/moradores do Centro Histórico de Badajoz, aqueles que alertam de um aumento delituoso na zona.

O presidente da associação de vizinhos/moradores, Javier Fuentes, informou ontem de que os coletivos que denunciaram na semana passada esta situação querem manter uma reunião com a Delegação do Governo que esperam que se produza na próxima semana.Fuentes da Delegação do Governo manifestaram a total predisposição ao diálogo «quantas vezes seja necessário» e puseram-se a disposição dos coletivos de vizinhos do Centro Histórico para atender suas procuras e explicar as medidas que levam-se a cabo na zona.

Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal, Francisco Javier Fragoso, a perguntas dos meios, mostrou-se a favor de que se celebre uma junta de segurança ou qualquer reunião entre técnicos em termos similares para abordar ações que permitam realizar esse trabalho «conjunto/clube» que consiga transferir aos vizinhos/moradores uma imagem de segurança no bairro. Esta questão é importante, segundo manifestou, pois as cifras de delitos demonstram que o Centro Histórico não é um lugar «especialmente inseguro», mas se os vizinhos/moradores encontram-se inseguros, as administrações estão «para resolver esse problema», disse.

As notícias mais...