Menú

El Periódico Extremadura | Quinta-Feira, 26 de abril de 2018

A assembleia provincial recebe uma vintena de alegações o catálogo de vestígios

O comité de peritos deve estudar ainda o número e o conteúdo

F. L. BADAJOZ
10/01/2018

 

A Diputación de Badajoz recebeu em torno de uma vintena de alegações aos relatórios enviados às câmaras municipais que devem realizar mudanças conforme ao catálogo de vestígios da guerra civil e a ditadura franquista, elaborado por um comité de peritos, que se lhes enviou a 70 municípios da província.

Segundo informou o presidente da instituição, Miguel Ángel Gallardo, quando se anunciou a emissão de cartas às câmaras municipais, estes disporiam de dez dias para responder, se bem esse prazo se alargou e uma vez fechado, deve ser o comité de peritos o que os examine, pelo que a assembleia provincial não ofereceu ontem dados, até conhecê-los com exatidão o citado comité.

Segundo tem podido saber este diário/jornal por fontes conhecedoras do processo, até finais da semana passada tinha em torno de uma vintena de alegações. Não obstante, a cifra final não foi facilitada.

Há 96 municípios da província que estão «!limpos de vestígios» e são 70 os que deverão fazer suas alegações e propostas, pois não em todos os casos terá que retirá-los. Sim se sabe que a Câmara Municipal De Badajoz já disse que fará seu próprio catálogo, que Guadiana fez o seu, e que Santa {Amalia} anunciou que rejeita a proposta da assembleia provincial.

As notícias mais...