Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 17 de julho de 2018

Apamex pede plataforma única em São Andrés e o ambiente de praça/vaga de Espanha

A associação estima necessário atuar nuns 200 vaus

REDACCIÓN BADAJOZ
09/01/2018

 

A associação para a atenção de pessoas com deficiência APAMEX insiste em que a Câmara Municipal De Badajoz continue estendendo a plataforma única (passeios e calçadas ao mesmo nível) nas ruas do centro histórico e propõe que se acometa esta obra no ambiente da praça/vaga de São Andrés e as ruas de subida e de descida da praça/vaga de Espanha, tudo isso dentro de os fundos {Dusi}, como já pediu este coletivo nas reuniões prévias para elaborar a candidatura a este programa. Após a aprovação económica, a associação espera que a sua proposta se concreto e não somente para estas dois ruas e a praça/vaga mencionadas.

Assim o expôs ontem o presidente de Apamex, Jesús Gumiel, ao vereador de Infraestruturas, Jesús Coslado, na reunião que mantiveram para retomar as reuniões periódicas que permitem realizar um seguimento de propostas em matéria de acessibilidade. Entre os temas abordados, se incluiu a posta em marcha dos «vaus à carta», que supõem ser feito reformas em vaus não acessíveis localizados em diferentes bairros. Apamex vai a solicitar a petições/pedidos de afetados para transferir a procura global que chegará a 200 vaus, para os que teria que habilitar uma verba/partida económica anual nos orçamentos municipais. Também se transferiu ao vereador a necessidade de girar visitas aos empresários que não cumprem o regulamento de acessibilidade.

As notícias mais...