+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Adjudicam por 276.500 {€} as novas ilhas de contentores soterrados

O prazo de execução é de dois meses uma vez que se firme/assine o contrato. São seis grupos que se distribuirão por diferentes pontos do Centro Histórico

 

Contentores soterrados em Colón, ainda fora de serviço. - S. GARCÍA

REDACCIÓN
14/01/2020

El Câmara Municipal De Badajoz tem adjudicado à a empresa Eurosoterrados SL a instalação de seis novas ilhas de contentores soterrados no Centro Histórico por montante de 276.500 euros. El orçamento base de licitação desta atuação, financiada com fundos da Estratégia de Desenvolvimento Sustentável e Integrado ({Edusi}), era de 350.000 euros. El prazo de execução é de dois meses desde/a partir de a assinatura do contrato.

Os novos contentores baixo/sob/debaixo de chão se colocarão na rua {Montesinos}, onde terá quatro( dois para resíduos orgânicos, um de embalagens e outro de papel papelão); na rua De Gabriel esquina com Francisco Pizarro, com um número e distribuição similar; e na avenida Ramón e {Cajal} com a rua {Bartolomé} J. Gallardo, onde se localizarão seis (quatro para orgânicos). Também, instalar-se-ão outros seis na mesma rua {Bartolomé} J. Gallardo; dois mais (só/sozinho para orgânicos) na esquina de San Juan com Concepción Arenal e outros quatro (dois orgânicos, um de embalagens e outro de papel e papelão) na rua Antonio Calado esquina com Trinidad.

Ao concurso se apresentaram 13 empresas e dois delas foram excluídas por apresentar baixas desproporcionadas. A mesa de contratação propôs inicialmente a uma adjudicatária, à que requereu um esclarecimento relativamente a sua solvência técnica, que não apresentou, pelo que foi excluída do procedimento, passando a escolher a proposta de Eurosoterrados SL como a mais vantajosa.

Com estas seis novas ilhas serão 15 os pontos que disporão de contentores soterrados, com os tratar-se de minimizar o impacto visual e o espaço ocupado na via pública. Os primeiros se colocaram na rua Pedro de Valdivia no 2012. Depois se instalaram na rua {Prim} e as praças/vagas de Santa Ana e de São José, São Andrés, na rua Manuel Fernández Mejías e no passeio de São Francisco. Este passado verão puseram-se na rua José Lanot (num lateral do conservatório) e na avenida de Colón, junto à praça de Santo Domingo. Estes últimos ainda encontram-se fora de serviço.