+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Venderão 9.500 metros quadrados de terreno no polígono industrial

Abrem um período de consultas para que os interessados façam saber suas preferências. O acordo para criar o novo polígono de 250.000 metros está praticamente fechado

 

Zona do polígono industrial Terra de Lamas onde se venderão as parcelas de propriedade municipal. - {EP}

RODRIGO MORÁN prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
06/03/2020

A Câmara Municipal de Almendralejo tem previsto tirar a licitação nas próximas semanas mais de 9.500 metros quadrados de chão para uso industrial, nomeadamente o que está nas maçãs 16 e 17 do polígono industrial Terra de Lamas, justo detrás de a estação da ITV, entre as ruas {Morgaño}, Moral e {Cabezo} Gordo.

O vereador de Indústria, Juan Manuel Forte, fez este anúncio ao mesmo tempo que informou de que a Câmara Municipal abrirá a partir do próxima segunda-feira um prazo de duas semanas para que aqueles empresários ou particulares que estejam interessados em adquirir chão para uso industrial lhes façam chegar suas procuras ou necessidades à Escritório de Urbanismo. Também explicou que se faz assim porque uma das parcelas é de grandes dimensões, nomeadamente de 7.400 metros quadrados, e, segundo as necessidades que tenham os empresários ou empreendedores da cidade, pode dividir-se duma ou outra maneira, atendendo a essas petições/pedidos.

Forte confirmou, além disso, que à Câmara Municipal se têm dirigido já empresários perguntando por esta alienação de chão industrial, pelo que «a procura existe», destacou.

Durante sua intervenção, o vereador socialista também assinalou que o preço do chão oscilará em torno dos 42 euros por metro quadrado (chão urbanizado), embora ainda não têm saído os folhas com as condições da licitação.

Novo polígono/ Por outro lado, o vereador Juan Manuel Forte também se tem referido ao novo polígono industrial que se pretende criar em Almendralejo justo nos terrenos que há face à estação de ITV. Essa futura condomínio para chão de uso industrial abrangeria mais de 250.000 metros quadrados.

De facto, o presidente da Câmara Municipal José María Ramírez, já manteve encontros com a Junta de Extremadura e com Extremadura Avante para abordar este tema. O acordo está praticamente fechado «e só/sozinho falta que se ponham mãos à obra com a condomínio deste terreno». Não se deram cifras, mas, segundo tem sabido este jornal, o custo da criação deste polígono poderia rondar os seis milhões.

Neste sentido, Forte adiantou que há negócios que têm solicitado parcelas que rondam os 10.000 metros quadrados e lhe consta, além disso, que existe um interesse/juro de três grandes empresas que têm muita vontade de implantar-se em Almendralejo.