Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 20 de septembro de 2019

Solicitarán câmaras de vigilância para o parque de As Mercedes

Han arrancado mais duma vintena de bancos de pedra de seu interior. Os bombeiros apagam um incêndio provocado ao lado do de As Palmeiras

RODRIGO CABEZAS prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
11/09/2019

 

O presidente da Câmara Municipal de Almendralejo, José María Ramírez Morán, expressou sua preocupação pelos últimos atos vandálicos acontecidos em várias zonas da cidade que têm provocado estragos em parques públicos e mobiliário urbano. Nomeadamente, nos últimos dias se produziram dois acontecimentos de gravidade. Por um lado, a destruição de mais duma vintena de bancos do parque de As Mercedes e, por outra, um incêndio provocado sobre/em relação a uns contentores na avenida da Paz, junto ao parque de As Palmeiras, que precisaram duma urgentíssima intervenção do corporação de bombeiros para evitar {males} maiores/ancianidade.

Em relação ao primeiro dos incidentes, o presidente da Câmara Municipal tem anunciado que vão a solicitar à Delegação do Governo a instalação de câmaras de vigilância em todo o parque de As Mercedes. Durante a jornada de segunda-feira, o parque amanheceu com todos os bancos de pedra arrancados de seu lugar. São bancos de betão que foram destruídos numa clara mostra de vandalismo de rua.

«Tenho que mostrar preocupação porque isto não é um facto/feito normal/simples. Sabemos que são atos factos/feitos a consciencializa», disse ontem o presidente da Câmara Municipal. Neste sentido, Ramírez está consciente de que no parque existe uma vigilância durante o horário de abertura, mas é consciente que quando o parque fecha se podem produzir factos/feitos assim, já que o encerramento das instalações não impede que os vândalos possam saltar as grades.

Desde a equipa de governo sabem que «não é fácil este tipo de autorizações de aparelhos de videovigilância, mas vamos a juntar mais relatórios de Polícia Nacional não só de atos vandálicos, mas de outros problemas que há como o tráfico de drogas», precisou.

Também, o presidente da Câmara Municipal também pediu já à delegada do Governo que intensifique a vigilância em Almendralejo com mais Unidades de Prevenção e Reação ({UPR}) da polícia (polícia de choque) e assinalou que o pessoal local aumentará sua presença em determinadas zonas tanto/golo em patrulhas de carros e de motas como a pé. Desta forma, acrescentou que terá um par de casais de polícias todas as tardes noites em zonas de São José, avenida da Paz e As Mercedes. Isto, para além de ter um carácter dissuasivo sobre/em relação a os vândalos, permite ter uma resposta rápida por parte da polícia em caso de qualquer incidência.

Sobre/em relação a os possíveis autores dos estragos em As Mercedes, o vereador confirmou que estão seguindo/continuando a pista graças às câmaras de videovigilância da avenida da Paz.

Incêndio / Em relação ao incêndio, o fogo se originou numa zona de contentores anexa ao parque de As Palmeiras, face à Autoescola Almendralejo. O fogo, intencionado, afetou a três contentores, a um carro e a algumas ramos dos árvores que há no parque.

Em tempo recorde, os bombeiros foram ao lugar dos factos/feitos para sufocar as chamas e evitar {males} maiores/ancianidade. A grande quantidade/quantia de árvores e carros que tinha por volta de pôde ter provocado estragos de maiores/ancianidade dimensões.

As notícias mais...