Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 21 de novembro de 2017

A queda/redução de um foco sobre/em relação a uma cama para meninos pôde provocar o incêndio em {Crioh}

Muitos produtos se têm salvo ao estar o armazém noutro sítio

R.CABEZAS ALMENDRALEJO
08/09/2017

 

A queda/redução de um foco que se encontrava a altas temperaturas sobre/em relação a uma cama infantil próxima ao montra avançado/ponta de lança pôde ser a causa do incêndio gerado na noite de quarta-feira nas instalações de {Crioh}, uma loja de roupa e complementos para bebés situada na avenida Presidente Juan Carlos Rodríguez Ibarra. O acontecimento se produziu passadas as dez da noite, quando os vizinhos/moradores alertaram da presença de fogo no montra principal. A rápida intervenção dos bombeiros evitou que as chamas se propagassem ao interior da loja. Até ao lugar dos factos/feitos apresentaram-se rapidamente efetivos de policia municipal e Nacional.

Juan Alberto Martínez, responsável da loja, assegurou ontem que a do foco é a hipótese que também considera a polícia cientista que ontem analisou o incêndio no lugar dos factos/feitos. «Temos tido má fortuna porque este tipo de focos iam ser mudados em breve e, além disso, tem caído justo sobre/em relação a uma cama que nunca {arrimamos} ao montra».

Martínez aproveitou para mandar uma mensagem de tranquilidade aos seus clientes, já que informa de que os armazéns da empresa estão externalizados, pelo que a maioria dos produtos reservados estão intactos. Os mais prejudicados são os do montra central e os do interior que são de exposição e venda direta, pois embora o fogo não lhes afetou, o intenso fumo os pode ter deteriorado.

As notícias mais...