Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 23 de septembro de 2017

O prazo para aderir-se à Lançadeira de Emprego está aberto até Outubro

Mais do 50% dos participantes das anteriores edições conseguiram um trabalho. O programa prioriza a desempregados de menos de 35 anos e de diferentes sectores

RODRIGO CABEZAS prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
10/09/2017

 

As Fundações Santa María La Real e Telefónica, com o apoio da Junta de Extremadura, impulsionaram desde o ano passado o projeto das Lançadeiras de Emprego, uma nova maneira de canalizar o futuro daqueles jovens desempregados menores de 35 anos que procuram uma oportunidade no mercado laboral. Num espaço cedido pelo Câmara Municipal de Almendralejo, no caso local, um treinador especializado exerce de monitor e guia para dar início uma série de estratégias canalizadas à busca de um emprego. Para isso se trabalha em diferentes parcelas como o desenvolvimento duma marca pessoal, a especialização nas novas tecnologias, as possibilidades que esta oferece no novo mercado laboral, oficinas de autoconhecimento e inteligência emocional, a confeção de um curriculum {vitae} 2.0, entrevistas pessoais, a elaboração de mapas de empregabilidad, visitas a empresas em primeira pessoa ou receber/acolher conversas de profissionais de diferentes sectores.

Atualmente, encontra-se aberta uma nova convocatória em Almendralejo com um máximo de praças/vagas para 20 pessoas. O programa prioriza participantes desempregados menores de 35 anos, mas se a quota não está completo, permite que sejam desempregados de até 59 anos.

Uma das particularidades que tem a Lançadeira de Emprego é que se procuram perfis muito díspares, de diferentes níveis académicos e sectores, com a ideia de que todos os membros possam enriquecer-se uns de outros e intercambiar experiências, com outro o fundo mais: a opção de criar sinergias no futuro e a possibilidade de empreender novos projetos. Não é preciso uma trajetória nem formação específica. O programa é gratuito e os interessados na Lançadeira de Emprego de Almendralejo podem inscrever-se até ao 11 de Outubro por duas vias: a web das lançadeiras de emprego (a nível telemático) ou {presencialmente} no Centro de Inovação Empresária. Um requisito básico é estar inscritos como demandante de emprego no Sexpe.

Os 20 selecionados estabelecerão um calendário de assistência num local cedido pelo Câmara Municipal. As antigas lançadeiras se desenvolveram numas escritórios existentes junto às naves do novo {semillero} de empresas do Centro de Inovação.

Empregabilidad/ Segundo dados dados a nível regional, o 41 por cento das 369 pessoas que participaram nas 16 Lançadeiras de Emprego na Extremadura terminaram encontrando um trabalho. Desde a Junta consideram que este modelo está resultando muito efetivo.

A nível local, a primeira experiência do ano passado teve 25 integrantes e um total de 16 (mais do 50 por cento) encontraram um trabalho, ao que temos de acrescentar outros dois participantes que analisaram as opções de empreender com um projeto.

{Anabel} {Crespo} foi a coordenadora do primeiro programa e destacou «o desenvolvimento de competências transversais para o emprego», pondo ênfase na importância da visão que outros empresários de Almendralejo têm ido oferecendo em diferentes conversas.

As notícias mais...