Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 8 de dezembro de 2019

La polícia detém a quatro pessoas por venda de droga em As Mercedes

Se {incautó} de 50 doses de cocaína e heroína preparadas para sua venda

REDACCIÓN prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
06/07/2019

 

La Polícia Nacional de Almendralejo deteve a três homens e uma mulher por delitos contra a saúde pública e pertenença a grupo criminoso/criminal organizado, após localizar um ponto de venda de drogas nesta localidade, que conseguiram desarticular.

Estas detenções são fruto duma investigação iniciada a princípios do mês de Abril pelo grupo de Polícia Judicial de Almendralejo depois de/após receber/acolher diferentes comunicados anónimos que alertavam da possível existência de um grupo organizado, dedicado à venda de substâncias estupefacientes no bairro de As Mercedes.

Segundo informou ontem a {Jefatura Superior de Policía} da Extremadura, os agentes levaram a cabo gestões e investigações para corroborar a informação recebida e vigilâncias na zona, nas que comprovaram o trasfega constante de pessoas, com aspeto de toxicómanos, que acediam aos domicílios onde supostamente se vendia a droga, identificando aos responsáveis do delito. Em dois buscas domiciliárias, ambos na rua Manuel Antolín, se intervieram mais de meio centena de doses de cocaína e heroína preparadas para sua venda e diferentes quantidades/quantias de ditas substâncias em rocha de grande pureza.

Também foi confiscado um veículo, um arma de fogo inutilizada e diversos objetos procedentes de factos/feitos delituosos cometidos na zona, que os detidos intercambiavam pela droga, quando os compradores não dispunham de dinheiro em numerário.

Nos registos também se encontraram tudo tipo de utensílios, várias balanças de precisão e produtos para a adulteração da cocaína e a heroína, com os consequentes danos potenciais para a saúde dos consumidores finais. Os investigadores continuam realizando gestões para a localização dos legítimos proprietários dos efeitos furtados localizados nos domicílios dos investigados, para proceder a sua devolução.

Os detidos, 3 homens e uma mulher, de entre 35 e 56 anos, com antecedentes por diversos tipos delituosos, foram postos a disposição da autoridade judicial, que decretou o secreto das atuações até ao passado quinta-feira.

As notícias mais...