Menú

El Periódico Extremadura | Terça-Feira, 21 de novembro de 2017

Pedem que a uva não se venda por menos de 0,35 euros/quilo

REDACCIÓN ALMENDRALEJO
01/09/2017

 

Através de um comunicado, a União da Extremadura tem aconselhado aos agricultores que não vendam «nem um só/sozinho quilo» de uva branca para elaborar vinho abaixo de 0,35 euros/quilo. Isto se deve a que a seca gerou perdas do 40% na produção na colhe deste ano.

Esta organização agrária diz que nas regiões de Castela La Mancha e Extremadura as perdas na colhe pela falta de água se situam num 60% nas variedades tintas e num 40% nas brancas. Em Espanha, as zonas produções do centro e o norte peninsular calculam uma perda de produção acima do 50%.

Desde União da Extremadura sublinham que com este panorama se está produzindo um incremento importante do preço da uva, de tal maneira que se fazem operações da variedade cedinho até de dois euros por quilo em regiões como Castela e Leão ou A Rioja, apontam.

A União da Extremadura insta aos produtores de uva das variedades {pardina}, {cayetana} e {macabeo} a não vender abaixo de esse preço. Assinala também esta organização agrária que «não são os preços de denominações com mais tradição, mas é que compensaria a perda de produção» deste ano.

As notícias mais...