+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Pedem mais pontos {wifi}, mais zonas verdes e mais eventos

Celebrado um ato pelo 30 aniversário da Convenção dos Direitos do Menino. Também querem mais presença da polícia na rua para andar seguros

 

Membros do novo Conselho Local de Infância e Adolescência pousam pela primeira vez na Câmara Municipal. - R.C.

RODRIGO CABEZAS
23/11/2019

Por ocasião da comemoração de 30 aniversário da Convenção dos Direitos do Menino, os membros do recém criado Conselho Local de Infância e Adolescência protagonizaram um ato singular na Câmara Municipal onde além disso têm tido a oportunidade de manter uma primeira reunião informativa sobre/em relação a as propostas que têm os meninos que fazer-lhes à cidadania, um passo imprescindível para que Almendralejo possa aderir-se de maneira definitiva à rede de Cidades Amigas da Infância que coordena Unicef e para o que se está a trabalhar desde há tempo.

Uma das propostas mais unânimes é a criação de mais pontos {wifi}, já que é uma realidade que internet e as tecnologias vão ligadas ao crescimento dos jovens, que pedem mais pontos de acesso em lugares onde costumam reunir-se com assiduidade.

potenciar a biblioteca / Outra das pedidos/solicitações é a criação de mais zonas verdes, a eliminação de barreiras arquitetónicas para pessoas com deficiência e potenciar a biblioteca municipal com mais livros de magia, banda desenhada e de idiomas.

Em relação às atividades, o conselho reclama que se programem mais espetáculos e eventos musicais acordes ao público infantil. Também que o centro cultural São Antonio organize atividades e exposições de arte que estejam dirigidas a meninos e adolescentes.

Em matéria desportiva, a principal petição/pedido é a criação de um {rocódromo} com {tirolina}, zona de patinação e {parkour}, atividades que estão na moda entre os mais pequenos, mas também que se {reutilicen} certos espaços desportivos esquecidos, {acondicionando} muitas pistas existentes que apresentam deficiências.

Por outro lado, também têm reivindicado mais informação em matéria de segurança e mais proteção por parte da polícia, já que têm podido constatar que há raparigas que ainda se sentem inseguras quando caminham sós pelas ruas.