Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 25 de junho de 2018

O nova iluminação em Cidade Jardim poupará um 60% em energia

A obra se licitará em breve e deveria estar finalizada para antes de Novembro. O projeto supõe um investimento de 188.000 {€}. Uma parte é ajuda da Junta

RODRIGO CABEZAS prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
08/06/2018

 

O vereador de Obras, Juan Daniel Bravo, apresentou um novo projeto de eficiência energética para a cidade consistente na renovação e instalação de um nova iluminação pública no bairro Cidade Verde, mais conhecida como Cidade Jardim, nas traseiras do Hotel {Dulcinea}. Trata-se de uma das zonas que apresenta mais deficiências no iluminação de Almendralejo. O custo total da investimento é de 188.736 euros e, segundo explicou o vereador, suporá uma poupança energético e de luz de em torno do 60% com a mudança de {luminarias} e quadro de comando.

O projeto já foi aprovado em junta de governo local e sairá a licitação nas próximas semanas. A equipa de governo o incluiu numa convocatória de ajudas da Junta de Extremadura a planos de eficiência energética, pelo que recebe um subsídio de 17.829 euros. Os 171.000 euros restantes os dá a Câmara Municipal com fundos próprios. Explicou Bravo que a venda de património realizada recentemente serve para este tipo de investimentos, tal como vem refletido no orçamento municipal.

A renovação da iluminação pública contempla a instalação de aproximadamente uns 45 pontos de luz nas ruas Os {Nardos}, As Azinheiras, Os Roseiras, Os Salgueiros e A {Hiedra}. O quadro de controlo e comando elétrico se instalará no parque Fernando Aixalá. Num princípio, o projeto também contemplava atuar na avenida de Os Laranjeiras, no entanto, atualmente se executa outro projeto com fundos {Aepsa} para remodelar o acerado desta via e, aproveitando estas canalizações, operários municipais estão também realizando a nova instalação elétrica que supõe uma poupança em verba/partida orçamental. É uma obra que se vem realizando desde há já algum tempo e que deixará um novo aspeto à avenida.

Prioritária/ Como explicou o vereador de Obras, é uma atuação que demandava a cidade. O projeto foi realizado por um treinador municipal. Inclui o desmontagem da antiga instalação. Assinala que há candeeiros e postes de iluminação que se encontram dentro de propriedades privadas e, mesmo, podem ver-se balões e {luminarias} em cima de {pilastras} das casas, algo que dificulta os trabalhos de manutenção.

Uma vez se licite a obra, o prazo de execução máximo da mesma é de três meses. Segundo Bravo, a ideia é que tudo o nova iluminação pública da zona fique instalado para finais de Outubro ou princípios de Novembro deste ano.

O projeto também integra uma nova iluminação especial para os passos de peões com uma regulação diferente da luz. Indica Bravo que os condutores poderão perceber/receber quando vão com seus carros as zonas onde há passos de peões. Há perto de 30 passos na zona.

A equipa de governo também recordou que há outra verba/partida de 300.000 euros no orçamento municipal reservada à renovação da iluminação pública noutras zonas da cidade. No entanto, se refere a atuações de menor envergadura como a mudança de candeeiros ou mecanismos elétricos.

As notícias mais...