Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 18 de janeiro de 2020

Nossos maiores/ancianidade mudam o {chip}

Uma quinzena de empresas, entidades e associações participaram com expositores numa feira na qual cada dia estão mais interessados maiores/ancianidade duma média/meia de idade mais baixa H Algumas das atividades conetam com as que hoje fazem os jovens

RODRIGO CABEZAS
25/11/2019

 

Ser maior já não é uma {losa} no cartão de identidade. Os maiores/ancianidade de hoje em dia apreciam sua condição não pela idade, mas pelo leque de possibilidades que lhe outorga a vida nesta fase. Os maiores/ancianidade de hoje em dia, como os de antes, procuram também comodidade, estar giros, estar melhor fisicamente, mas sobretudo um conceito/ponto acima do resto: divertir-se.

É que os maiores/ancianidade de hoje em dia mudaram o {chip} e isso se pôde ver na VII Feria do Maior que voltou a celebrar-se na semana passada nas instalações do Palácio do Vinho. Centenas de pessoas passaram pelos diferentes expositores que se instalaram num dos pavilhões.

Desde bem precoce, muitos grupos de maiores/ancianidade (e não tão maiores/ancianidade) iniciaram a primeira jornada fazendo desporto com o programa O exercício te cuida. Logo deram uma volta pela feira com paragem/desempregada/parada nos oficinas de elaboração de sabões, de toma da tensão e prova de glucose, de jogos lúdicos e estimulação psicosocial, de {mandalas}, de elaboração de {broces} ou um muito particular de estimulação sensorial no qual se sentavam, com os olhos tapados, e deviam adivinhar que estavam tocando.

No entanto, um dos que surpreendeu foi a assinatura {Adiper} Serviços Sociosanitários, que instalou um {stand} de rádio e televisão para entrevistar a protagonistas da feira e depois subi-lo a seus perfis sociais.

O presidente da Câmara Municipal José María Ramírez também quis estar perto de os participantes e visitou um por um os expositores. Outra presença destacada foi a do diretor gerente do {Sepad}, José Vicente Granado, que assistiu à conferência Acompanhamento à solidão não desejada. A esta se somaram outras sobre/em relação a segurança e logopedia.

Como particularidade, tem durado três dias, sendo o encerramento na sexta-feira no Sala do Trabalhador Extremenho com um pequeno-almoço entre participantes, associações e empresas que estiveram presentes. Também teve um dança de despedida.

Destacou a atividade estrela do {Scape} {Room} com o que se divertiram como meninos apurando as pistas para sair da quarto. É que estes maiores/ancianidade mudaram o {chip} e, às vezes, pensam como jovens. Bendita vida.

As notícias mais...