+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A Junta cede cinco poços para incorporá-los ao património local

Estão situados em cinco {parajes} rurais junto a vários caminhos

 

O presidente da Câmara Municipal, no centro, durante a última sessão plenária. - R. M.

REDACCIÓN ALMENDRALEJO
01/03/2020

O património municipal de Almendralejo tem incorporado a seu inventário cinco poços situados dentro de seu próprio concelho e que foram cedidos gratuitamente pela Junta de Extremadura. Estes poços procedem de propriedades da extinta Câmara Agrária Local e encontram-se em terrenos junto a vários caminhos públicos.

O assunto foi debatido em plenário/pleno após uma moção de presidência da câmara municipal. Os poços estão situados nos {parajes} Vale/cerque da Mula, Maus Vinhos, {Jareño}, {Minitas} e {Villares}. A cessão se tem realizado com fins de interesse/juro municipal.

Juan Arias, responsável de Agricultura da equipa de governo, assegura que este tema foi de interesse/juro central no último Fórum Agrário, onde se examinaram fotos sobre/em relação a o estado dos poços e as suas possibilidades. O facto/feito de levá-lo a plenário/pleno por urgência obedece ao prazo de tão só 20 dias que a Junta deu à Câmara Municipal para decidir.

A cessão foi aprovada por PSOE e Ciudadanos, mas contra do Partido Popular, que advertiu da necessidade de conhecer o estado real dos poços e as parcelas para garantir a segurança e saber porque é que os proprietários dos terrenos confinantes a esses poços rejeitaram a opção de ficar-los quando a Junta previamente se os ofereceu. Vox preferiu abster-se até saber o estudo do custo da manutenção destes poços e qual será sua utilidade.