Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 19 de agosto de 2019

José María Fernández de Vega é o pregoeiro das festas 2019

Sua popularidade chegou com o filme sobre/em relação a Buñuel, do qual foi produtor. É Embaixador do Cava da cidade, cujo nomeação se produziu em 2018

RODRIGO CABEZAS prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
16/07/2019

 

O realizador, {grafista} e produtor audiovisual {almendralejense}, José María Fernández de Vega, de 42 anos, será o próximo pregoeiro das Festas da Piedade e Feria da Vindima que se celebrarão no próximo mês de Agosto e, portanto, um dos protagonistas do tradicional ato central.

Fernández de Vega, um apaixonado da animação e a ilustração desde pequeno, deu o salto à popularidade sendo o responsável produtor da primeira filme de animação realizada integramente na Extremadura, nomeadamente em seus estudos de Almendralejo, como é Buñuel e o Labirinto das Tartarugas. O protagonista tem confessado estar «muito agradecido à Câmara Municipal por esta designação. Não é algo que tenha facto/feito nunca, mas também não tinha facto/feito um filme e a experiência tem saído bem».

O novo pregoeiro assinalou que tratará de oferecer um discurso «curto e entretido» onde porá a manifesto sua luta por trabalhamos/trabalhámos em algo grande desde Almendralejo e sua experiência de como têm visto seu trabalho desde fora. Também, e ainda que recordou que há um provérbio que diz que ninguém é profeta em sua terra, ele aponta a que «me sinto muito querido em minha cidade».

Trajetória/ José María Fernández de Vega não estudou de início nada relacionado com sua atual profissão, pois após a sua formação técnica em várias engenharias, decidiu empreender caminho no arte digital e o design em animação, embora de maneira autodidata. Em 2004, criou a empresa Claro-escuro Digital, um estudo de design especializado na recriação infográfica 3D para o mundo da construção, a engenharia e o decoração de interiores. Anos mais tarde, em 2010, fundou {Glow}, uma produtora audiovisual {radicada} na Extremadura e especializada em animação e postprodução, com a que trabalha para companhias publicitárias.

Seu primeiro curta-metragem, estreado na Secção Oficial do Festival de {Sitges}, foi {Genti} dei {Muerti}, produzido em 2014. Foi o ponto inicial a sua corrida/curso como produtor de projetos audiovisuais que deram com o filme sobre/em relação a Buñuel.

Galardões/ José María Fernández de Vega recebeu vários reconhecimentos por o seu trabalho empresarial tais como o Prémio {Avuelapluma} 2011 à Inovação Cultural, o Prémio Jovem Empresário 2017 ou o Prémio Olhares do Festival de Cinema Inédito de Mérida, em 2017. Esse mesmo ano foi reconhecido pela Junta de Extremadura e pelo Comité Europeu das Regiões como Empreendedor Emblema da Extremadura, enquanto um ano mais tarde foi reconhecido como ‘Embaixador do Cava’ de Almendralejo. Este último reconhecimento faz-lhe especial ilusão/motivação, pois reconhece que cada vez que marcha fora para fazer projetos audiovisuais leva-se de presente cava da região.

O presidente da Câmara Municipal, José María Ramírez, tem comentado de José María que «está triunfando fora e, em ocasiões, parece que temos de esperar no fim da corrida/curso dum para fazer-lhe pregoeiro. Neste caso, será ao contrário. Há vontade de ouvirle.

As notícias mais...