Menú

El Periódico Extremadura | Sábado, 14 de dezembro de 2019

Os enólogos põem ao dia os seus conhecimentos numas jornadas

Se falou, entre outros temas, da crianza, elaboração, e maturação do vinho. O encontro acabou com uma comida/almoço, na qual puseram em comum o aprendido

REDACCIÓN prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
25/06/2019

 

A Associação Extremenha de Enólogos celebrou em Almendralejo suas jornadas técnicas às que assistiram mais de 92 com o objetivo de atualizar conhecimentos e partilhar a ilusão/motivação pela profissão. A XII edição deste encontro teve lugar nas adegas {Sani} Vinha Extremenha, resultado da compra de {Viñexsa} por parte da família {Acosta}, proprietária de de {Sani}.

Mais de 92 enólogos da Extremadura se deram cita/marcação/encontro nestas jornadas que têm baseado seu programa de atividades em conversas e palestras, centradas na crianza e elaboração dos vinhos, entre outros temas, e isso com a intenção de que estes profissionais adquiram novos conhecimentos e aprendam técnicas que lhes ajudem a contribuir a que os caldos extremenhos sejam mais valorizados no exterior.

Para consegui-lo, contaram com a participação de profissionais de vários sectores. Assim, na primeira sessão se falou da crianza e elaboração dos vinhos, primeiro atendendo ao passo que devem estar madeira e depois se falou das enzimas de {maderación}. Também, e dando um passo mais, mostraram-se novas técnicas para a elaboração dos vinhos tintos.

ferramentas / Na segunda jornada, os participantes conheceram ferramentas de trabalho como a {centrífuga}, considerada de alto valor {enotecnológico}, e se falou da evaporação em frio: concentração e de {desalcoholización}.

Igualmente, se expuseram as novas ferramentas de trabalho que há no mercado para uma boa gestão da madurez do vinho, informando's sobre/em relação a as vantagens que proporcionam aos viticultores e enólogos.

A jornada de trabalho finalizou com uma comida/almoço de confraternidade nos jardins de Adegas {Sani} Vinha Extremenha, onde os assistentes puseram em comum tudo o aprendido.

objetivos cumpridos /Segundo os responsáveis da Associação Extremenha de Enólogos cumpriram-se os objetivos que se tinham propostos, os mesmos que quando se constituíram em associação, que não são outros que garantir o reconhecimento destes profissionais, bem como fomentar a formação de seus associados e estabelecer alianças que lhes ajudem a crescer.

Sobre/em relação a o lugar no qual se celebraram estas jornadas técnicas, destacar que Vinha Extremenha, quando era propriedade da família {Schlegel} Igrejas, foi um referente no estudo do vinho, e agora {Sani}, seu novo proprietário, tem o propósito de retomar a produção desta adega e tirar seus tradicionais caldos como o Corte Real, do qual prepara também um branco.

De facto, Adegas {Sani} Vinha Extremenha leva mais de um ano trabalhando (até ao mês passado não se conheceu publicamente quem é o novo proprietário de {Viniexsa}) no {relanzamiento} destas instalações, da que têm saído vinhos que têm obtido numerosos prémios, tanto/golo em Espanha como noutros países. Além disso, se espera que cedo voltem a ser {visitables} a adega, museu de arte sacra que possui, as salas de {barricas} e o {renombrado} estufa.

As notícias mais...