+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

O edifício para os sindicatos far-se-á antes de Março do 2021

O Governo será o encarregado de edificar o imóvel, de 600 metros quadrados. A Câmara Municipal cede ao Estado a parcela por um período de 99 anos

 

Imagem de arquivo da demolição do antigo ‘edifício do sindicato’. - R.C.

RODRIGO CABEZAS prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
29/11/2019

O Boletim Oficial do Estádio ({BOE}) publicou o convénio subscrito entre o Ministério de Trabalho e a Câmara Municipal de Almendralejo para o estabelecimento de espaços de uso sindical e empresarial mediante acordo entre as partes. O convénio estabelece a cessão por parte da Câmara Municipal ao Governo central duma parcela de 1.450 metros quadrados na rua Vapor (polígono As Picadas II) com direito de superfície a favor do ministério. O convénio estipula que é o Ministério o encarregado de construir um novo edifício de 600 metros quadrados para as centrais sindicais UGT e CCOO, bem como para que possam {albergarse} escritórios da Confederação Espanhola de Organizações Empresariais.

A vigência do direito de superfície é de 99 anos, enquanto o prazo para construção do imóvel é de 30 meses, a partir da formalização da escritura pública do direito de superfície, fixando's o prazo máximo para a entrega do imóvel por parte de ministério o 31 de Março do ano 2021. Até essa data, a câmara municipal mantém a posta a disposição dos sindicatos dos locais que ocupam na atualidade para exercer suas funções.

O conteúdo do convénio confirma o acordado o 9 de Fevereiro de 2017 entre ministério e Câmara Municipal, introduzindo's ligeiras modificações que não afetam à parte mais substancial do acordo. Cabe {recordar} que as centrais sindicais ficaram sem um espaço fixo de estreitamente desde/a partir de a demolição do antigo ‘sindicato’ na praça/vaga da Extremadura.