+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Confiam em que o plano geral esteja aprovado antes de que acabe o ano

O vereador {Antolín} Trigo diz que o texto está pronto/inteligente/esperto para vê-lo no plenário/pleno de Março. Se não entra em vigor antes de 2021, teria que redigir de novo tudo o documento

 

Vista de Almendralejo desde/a partir de a Torre dos Amendoeiras, na igreja da Purificación. - EL PERIÓDICO

RODRIGO MORÁN prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
07/03/2020

O vereador de Urbanismo do Câmara Municipal de Almendralejo, {Antolín} Trigo, assinalou que desde/a partir de a equipa de governo estão praticamente convencidos de que o novo Plano Diretor Municipal (PGM) será aprovado pela Junta de Extremadura antes de que finalize o presente ano.

Trigo tem adiantado que nas próximas semanas serão chaves para saber o estado exato do documento, embora tem indicado que «o estreitamente está praticamente finalizado». Segundo informou esta sexta-feira em conferência de imprensa, os últimos contactos com os técnicos redatores do Plano Diretor Municipal foram frutíferos, pelo que estaria terminado para submeter-se a sua quinta aprovação provisória na sessão plenária de Março que terá lugar a finais do mês.

O vereador de Urbanismo também advertiu de que a aprovação deste novo plano geral deveria realizar-se antes do 2021, já que a bilhete em vigor da Lei de Ordenamento Do território e Urbanística Sustentável da Extremadura ({Lotus}) assim o exige. Se isto não se produzisse, teria que encarregar a redação de outro documento que se {ajustara} à legislação vigente, «algo que não nos podemos permitir porque se estaria perdendo muito dinheiro já investido», aponta Trigo.

Otimistas/ A última aprovação provisória que se fez deste plano por parte do plenário/pleno da corporação municipal foi em Maio de 2017. No entanto, a Comissão Regional de Urbanismo da Extremadura ({Cuotex}) obrigou a realizar modificações. «Quando {llegamos} ao governo local tivemos reuniões e desde/a partir de a Junta se nos disse claramente o que tinha que fazer para poder/conseguir ter aprovado o Plano Diretor Municipal. Essas indicações se as {trasladamos} aos redatores do documento e lhes pedimos que não entrassem em interpretações, mas tratava-se de procurar soluções». Agora, Trigo confessa que estão otimistas para ter o novo PGM antes do 2021.

Protocolo/ Por outro lado, a Câmara Municipal tem aprovado um novo protocolo de atuações urbanísticas que se ajusta à nova legislação. Na Escritório de Urbanismo e na site há um documento que engloba as 16 modalidades de licenças ou autorizações urbanísticos que se podem solicitar, bem como um manual com as instruções que temos de seguir/continuar passo por passo. Com este novo texto se pretende que a resolução dos trâmites seja mais ágil.