+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

A colónia do {cernícalo} {primilla} da Purificación tem novos ninhos

Servem para proteger às crias e evitar que caiam desde/a partir de o alto

 

Voluntários de {Dema} limpam os ninhos na Torre dos Amendoeiras. - R.{MORÁN}

REDACCIÓN ALMENDRALEJO
16/02/2020

A colónia do {cernícalo} {primilla} que {anida} na igreja da Purificación encontra-se a bom {recaudo}. Voluntários da associação em defesa da natureza, {Dema}, deram a conhecer como são os novos ninhos instalados na parte mais alta da Torre dos Amendoeiras, que é, além disso, o ponto mais alto de Almendralejo e um lugar considerado como Zona de Especial Proteção de Aves, a primeira declarada na Europa dentro de um edifício de um centro urbano.

{Dema} apresentou um protótipo de ninho artificial para o {cernícalo} {primilla} num espaço muito singular. Os ninhos protegem às crias para que não possam sair-se e não caiam pelo precipício a grande altura, salvando assim a muitos frangos desta espécie. Além disso, como sublinha Pepe Antolín, de {Dema}, os ninhos estão incrustados e com o mesma cor da torre, pelo que desde baixo não se distingue o impacto visual que causam os ninhos, requisito que exige o projeto {ZEPA} {Urban} que impulsiona a Junta e no qual {Dema} é sócio colaboracionismo.

Durante estes dias, voluntários da associação {acondicionan} os ninhos perante o iminente começo da campanha de cria, limpando o lixo acumulado da zona alta da torre, bem como eliminando a lenha que desprende o ninho da cegonha.

Pepe Antolín agradeceu ao pároco da Purificación, Rafael Corraliza, sua colaboração com esta iniciativa.