+
Accede a tu cuenta

 

O accede con tus datos de Usuario El Periódico Extremadura:

Recordarme

Puedes recuperar tu contraseña o registrarte

 
 
 

Cinco hospitalizações, dois delas em cuidados intensivos

Teve um novo ingreso em planta duma mulher de 82 anos

 

R. S. R.
24/07/2020

Nos hospitais extremenhos há agora mesmo cinco pessoas ingressadas a causa do coronavirus, dois delas permanecem na Unidade de Cuidados Intensivos ({UCI}).

Quatro dos hospitalizados correspondem à área de saúde de Badajoz. O último paciente em ter que ser transferido a planta foi uma mulher de 82 anos procedente de La Codosera, esposa do homem de 85 anos que também está ingressado; ambos chegaram à localidade desde/a partir de Barcelona.

Além disso, segue/continua na {UCI} uma mulher de 39 anos contagiada num dos surtos da capital de Badajoz, o que teve como origem um bloco de apartamentos que teve que ser desinfetado.

A quinta paciente hospitalizada também está na Unidade de Cuidados Intensivos. É uma mulher de 84 anos que, tal como informou a conselheria de Saúde e Serviços Sociais, continua em estado crítico. Foi ingressada no hospital de Campo Arañuelo mas seu estado piorou e a transferiram à {UCI} de Plasencia. Este caso pertence ao surto de {Peraleda} da Mata no qual já se confirmaram 21 positivos. O surto se originou pelo regresso ao município duma cidadã de França.

O certo é que Extremadura arrancou o estado de nova normalidade com as {UCIs} livres de pacientes de {covid}-19. De facto, foi o 1 de Junho quando abandonou esta unidade o último da região, no hospital de Dom Benito-Villanueva de la Serena.

Mas os últimos aumentos têm originado que volte a ter casos graves pela infeção do coronavirus.

Os sanitários temem que, se não se aplicam as medidas de segurança e distância social, este outono os hospitais tenham que voltar a transformar-se para atender a pacientes infetados de {covid}-19.