Menú

El Periódico Extremadura | Segunda-Feira, 25 de junho de 2018

A {Ceal} procura nas escolas aos futuros empresários da cidade

Considera o ‘{Acho} Empreende’ a jóia da coroa de todos os seus projetos. O coletivo terá eleições para a renovação de cargos o próximo verão

RODRIGO CABEZAS prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
31/12/2017

 

A Coordenadora de Empresários de Almendralejo ({Ceal}) fechou o exercício 2017 com seu tradicional pequeno-almoço no centro cultural São Antonio conhecido como as ‘Miolos Empresariais’, onde mais de 200 empresários da localidade e região reuniram-se para despedir o ano. Nesta ocasião, o encontro serviu de homenagem à comunidade educativa de Almendralejo, segundo explicou Ángel Barrera, presidente da {Ceal}, já que argumentou que o programa ‘{Acho}, Empreende’ que se desenvolve nas escolas é o projeto mais atrativo de todos os que a {Ceal} tem posto em marcha.

Neste 2017 se iniciou a segunda edição do ‘{Acho}, Empreende’. «Esta conexão tão intensa que queremos gerar entre o mundo da educação e da empresa é totalmente necessária para poder/conseguir ensinar-lhe a nossos pequenos que o futuro no mudança dos produtos, os serviços e da sociedade em geral deve nascer desde a escola».

O programa ‘{Acho}, Empreende’ serve para gerar o empreendimento em alunos de primária através de exercícios específicos e de reptos/objetivos. «O programa está a ser analisado em várias entidades e, mesmo, há instituições a nível regional que nos têm solicitado desenvolver o programa com níveis superiores face ao curso 2019-2020», revela Barrera.

O presidente da {Ceal} também destaca a importância de gerar empreendimento aos mais pequenos em zonas rurais: «devemos fazer-lhes saber a nossos filhos que em nosso ambiente se podem empreender e montar empresas, em ocasiões com mais qualidade que nas grandes cidades».

Representantes dos centros educativos estiveram presentes nas miolos empresariais da {Ceal}. {Félix} {Zambrano}, diretor da escola Antonio Machado, agradeceu publicamente à {Ceal} o esforço pelo programa ‘{Acho}, Empreende’, «um projeto que {iniciamos} a cegas, mas que temos já que foi tudo um êxito».

Crescendo/ Ángel Barrera assinalou que a {Ceal} supera hoje os 260 associados, uma cifra ligeiramente superior à do ano passado no mesmo mês. Reconhece que o ritmo de crescimento se tem {desacelerado} no último ano, mas o crescimento não deixa de ser constante desde a chegada da nova diretiva.

O próximo verão terá eleições para a renovação de cargos na coordenadora de empresários. Barrera assinalou que não tem decidido ainda que fazer, embora num princípio sua ideia é apresentar-se à reeleição como presidente.

Quanto aos reptos/objetivos face a 2018, confessa que tem vontade de saber as necessidades que têm as empresas da localidade de maneira constante. A segurança das empresas continua a ser um importante cavalo de batalha.

De outro lado, Barrera também recordou que durante o primeiro trimestre de 2018 têm pensado impulsionar a denominada Mesa do Cava, um fórum sem entidade jurídica, mas onde estejam {representandos} todos os braços do sector do cava, bem como as administrações públicas para tentar realizar ações conjuntas e organizadas.

As notícias mais...