Menú

El Periódico Extremadura | Domingo, 18 de agosto de 2019

As retribuições da equipa de governo se incrementam um 8%

Criam/acreditem uma comissão para o seguimento da rádio pública e a de fundos da UE

REDACCIÓN
28/06/2019

 

A equipa de governo municipal se subiu o ordenado. O fez num 8%, e terá seis dedicações exclusivas, a do presidente da Câmara Municipal e outros cinco vereadores. Este é o principal acordo que se aprovou ontem no plenário/pleno extraordinário de organização, no qual também se acordou passar as sessões ao última terça-feira de cada mês em horário de tarde, a partir das oito, para facilitar assim a assistência aos vereadores e cidadãos.

Sobre/em relação a as retribuições que sobem um 8% serão: o presidente da Câmara Municipal receberá 58.000 euros; o vereador de Urbanismo, Obras, Serviço de Águas e Iluminação, Assuntos jurídicos e Organização política, 45.000 euros; o de Recursos humanos, Comércio e mercado, Saúde e consumo e {Hermanamientos}, 30.000, mesmo ordenado que o responsável da área de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e Ambiente, Parques e Festejos, o de Bem-estar Social, e o de Ação e Promoção Cultural.

Também se criaram as comissões informativas de Cultura, Bem-estar Social, Recursos Humanos e Segurança; ; e a Urbanismo, Desenvolvimento Económico, Assuntos Económicos, e dois especiais, a de Rádio Região de Lamas e outra de Fundos Europeus.

Também se fez oficial as nomeações dos sete tenente de presidente da Câmara Municipal nas pessoas de Juan Arias (o primeiro e é de {Cs}), {Raquel} do Porto, Juan Manuel Forte, Juliana {Mejías}, {Saúl} do {Amo}, {Macarena} Domínguez e Pedro Manuel Álvarez.

Quanto ao pessoal de confiança, o PSOE informou de que vão a manter os cinco de agora, mas que a intenção é nomear um mais com o novo orçamento. O PP o apoiou não sem antes expressar seu «preocupação» ao {recordar} que o Jogo/partido Socialista «sempre manifestou seu queixa pelos postos de confiança» e que tinha pedindo sua redução.

Outras retribuições / Outro dos temas tratados foi a aprovação das retribuições do pessoal de confiança e dos vereadores. Assim se acordou que por assistência a plenário/pleno se recebam 130 euros; 120 por participar na junta de governo; 70 (secretário presidente e secretário) por comissões informativas, e o resto perceberá/receberá 65 euros. Por grupos, o PSOE {recibirirá} 3.800 euros, o PP 2.660, Ciudadanos 1.140 e {Vox} 380 euros.

Noutro ordem/disposição coisas, o presidente da Câmara Municipal José María Ramírez comprometeu-se a que no próximo plenário/pleno se levará para sua publicação na web as declarações de bens da equipa de governo, em aras da transparência prometida.

Finalmente, Ramírez pediu aos populares que contribuam à governabilidade desde a oposição/concurso público, sem olhar atrás, ao que o líder do PP, José García Lobato, lhe respondeu que «se olhará atrás quando vejamos que se fazem coisas que quando se estava na oposição/concurso público se criticavam».

As notícias mais...