Menú

El Periódico Extremadura | Sexta-Feira, 28 de fevereiro de 2020

Apostam em fomentar o carnaval de dia nas zonas mais centralizadoras

A exibição de danças de máscaras para no domingo, entre as novidades. O enterro da sardinha muda de lugar e será na praça/vaga de Doadores

RODRIGO MORÁN prov-badajoz@extremadura.elperiodico.com ALMENDRALEJO
14/02/2020

 

Soam já tambores de carnaval em Almendralejo e parece que soarão sempre mais de dia que à noite. O pelouro de Festejos deu a conhecer as atividades do programa carnavalesco que integrará eventos entre o 20 e o 25 de Fevereiro. Fazer partícipes às famílias do carnaval {almendralejense} e exibi-lo pelas zonas mais centralizadoras e de maior/velho afluência de público são os dois objetivos que perseguem os organizadores.

O carnaval começa com o desfile/cortejo do centro infantil {Pimpirigaña} que terá lugar na quinta-feira 20, desde/a partir de as 11.30 horas, enquanto na sexta-feira é o prato principal, com o grande desfile/cortejo escolar que se tornou em referência na região pelos milhares de alunos de todos os centros educativos que participam, a exceção da escola Montero de Espinosa. Começará às 10.30 horas e terá um acompanhamento musical a cargo do grupo {Danzarines} Emeritenses. A avenida da Paz se converterá no grande {pasacalle} do carnaval infantil com música ao vivo e a animação de personagens de {Disney}.

Uma novidade para neste ano é o chamado carnaval reciclado, que terá lugar no sábado de manhã na praça/vaga de {Espronceda} e consiste em oficinas dirigidos aos mais pequenos para que utilizem os embalagens que já não se usam para fazer máscaras e complementos de carnaval. Esta atividade se converterá numa festa com música na qual também colaboram {Ceal} e {Asemce}, já que pelas compras realizadas em seus estabelecimentos associados se entregarão boletins de voto para entrar no sorteio de bilhetes para viajar à {Warner} {Bros} em família.

Além disso, a tarde de sábado, no teatro Carolina Coronado, celebra-se a primeira das duas gaulesas com os agrupamentos de As Polichinelos, de Mérida; a comparsa A Biblioteca, de Villafranca de los Barros; e os dois grupos locais, A {Mascarada} e O Verdadeiro.

Nova exibição/ No domingo 23 celebra-se pela primeira vez uma festa de baile de máscaras, no qual as escolas de dança da cidade farão exibições com coreografias próprias do carnaval. Será às doze da manhã, na avenida da Paz.

Na segunda-feira 24 se desenvolve a segunda das gaulesas no teatro com a homenagem a A {Mascarada} e o processo estelar da comparsa gaditana de Tino Tovar, {Oh} capitão, meu capitão.

O carnaval se fecha na terça-feira 25 com o enterro da sardinha na praça/vaga dos Doadoras.

As notícias mais...